terça-feira, novembro 24, 2009

16 dias de ativismo pelo fim da violência contra as mulheres



Trata-se de uma campanha anual, porque a violência contra as mulheres é algo tão corrente (*exemplo: Evangélico espanca filha adulta (e esposa) porque ela fazia chapinha no cabelo*), tão absurdo (*vide o caso UNIBAN*) e tão aceito socialmente, que é necessário repetir e repetir que nós não somos cidadas de segunda classe e que não podemos aceitar ou nos calar. Na página da Campanha é possível obter informações atualizadas. Ela começou oficialmente no dia 20 de novembro até o dia 10 de dezembro. O video aí em cima está ligado à campanha. É apra chocar mesmo, porque esse tipo de coisa não pode continuar acontecendo.

2 comentários:

非凡 disse...

I'm appreciate your writing skill.Please keep on working hard.^^

Pedro Monção disse...

O negócio é não se calar! Eu já sofri um ato de violência qdo estava com o meu namorado na avenida Paulista. Só que no caso foi um ataque homofóbico. Msm mancando fui até a delegacia prestar queixa. Se não presta queixa amanhã pode ser mais uma vítima. Tomar uma atitude é um ato de amor ao próximo.